Blog Recours

Conheça os três pilares da segurança da informação

Com a tecnologia sendo cada vez mais relevante nas instituições, as empresas precisam investir em soluções assertivas para se proteger dos ataques cibernéticos. Para isso, é primordial ter atenção aos três pilares da segurança da informação que são vitais para os processos de proteção de dados.

Segurança da informação: quais são os 03 pilares?

Para garantir que os processos necessários para a segurança da informação funcionem de forma correta, as equipes de TI e os gestores devem se basear em três pilares fundamentais:

1- Confidencialidade: frente aos perigos de crimes virtuais, esse conceito está diretamente ligado ao que será feito para garantir que conteúdos sigilosos não sejam comprometidos;

2- Disponibilidade: aqui, leva-se em consideração o quanto as informações e os programas podem ser acessados pelos colaboradores quando necessário;

3- Integridade: corresponde à preservação dos dados e processos da empresa por todo o seu ciclo de vida, sem que haja interferência externa para corrompê-los ou danificá-los.

Entenda cada um dos três pilares da segurança da informação

Confidencialidade

A palavra-chave desse pilar é privacidade! Ou seja, o propósito da confidencialidade é impedir que os dados sejam alcançados por criminosos virtuais. Afinal, o roubo de informações não se restringe à empresa em si.

Isso porque os dados de clientes, colaboradores e fornecedores também sofrem as consequências de uma segurança da informação deficiente. E esse descuido pode resultar em processos jurídicos iniciados por terceiros prejudicados e problemas financeiros.

Assim sendo, existem certos passos fundamentais para garantir a confidencialidade na segurança da informação.

  • Restringir o acesso aos dados para, apenas, áreas envolvidas e profissionais autorizados;
  • Oferecer capacitação aos trabalhadores para que as informações sejam manipuladas com atenção;
  • Fazer com que todos esses colaboradores entendam a importância de manter o sigilo, bem como conheçam as consequências de possíveis vazamentos;
  • Implantar medidas de segurança, como autenticação em dois fatores e verificação biométrica.

Disponibilidade

O acesso às informações e aos sistemas da organização e o tempo em que isso acontece ditam a disponibilidade! Mas qual a relação com a segurança da informação? Pense no quanto o trabalho de um colaborador pode ser prejudicado por não conseguir conferir dados necessários para uma tarefa importante.

Naturalmente, esse fato pode acarretar em uma pausa perigosa no andamento dos processos e também pode acarretar em prejuízos financeiros para a empresa. Ao mesmo tempo, esse pilar da segurança da informação também diz respeito à falta de comunicação e a importância de contar com sistemas funcionais.

Para assegurar a disponibilidade, as equipes de TI precisam se atentar a alguns pontos:

Contar com um plano de Recuperação de Desastres (DR) para que possíveis crises sejam resolvidas o quanto antes e de forma efetiva;

  • Implementar procedimentos de manutenção ágil de hardwares;
  • Manter as atualizações dos sistemas em dia;
  • Usufruir de uma infraestrutura tecnológica que garanta fácil acesso aos dados.

Integridade

Já a integridade tem a finalidade de garantir a confiabilidade, a consistência e a precisão dos dados e dos sistemas – não importa quanto tempo passe ou quantos procedimentos estejam envolvidos.

Ou seja, os arquivos precisam ser armazenados e fluir exatamente como foram desenvolvidos, sem que ações externas possam corrompê-los ou danificá-los.

Portanto, a atenção especial com a proteção de dados é fundamental para manter a integridade da segurança da informação. Para isso, a empresa pode investir em:

  • Backups para recuperação de dados;
  • Controle de acesso dos colaboradores e permissões;
  • Possibilidade de retornar versões anteriores para quando alterações equivocadas ou inadequadas forem executadas.

Como garantir a segurança em banco de dados?

O banco de dados é o ambiente onde estão armazenadas as informações relevantes de uma empresa.
Diante da importância deste ambiente, os gestores devem ter a proteção deste banco de dados como uma prioridade. Afinal, além de se atentar que as informações não caiam nas “mãos” de pessoas erradas, também é preciso se preocupar com os processos de quem, de fato, tem acesso aos dados. Com isso, algumas medidas se tornam obrigatórias, como:

  • Contar com uma forte política de senhas;
  • Ter backups à disposição;
  • Usar criptografia;
  • Usar mascaramento de dados;
  • Investir na capacitação contínua da equipe.

Mas, esses são apenas alguns exemplos básicos do que pode ser feito para garantir a segurança em banco de dados.

Quer melhorar a segurança dos dados do seu negócio?

A Recours é uma empresa especializada em gestão, alta disponibilidade, segurança, performance e monitoramento de banco de dados Oracle.

Entre em contato e conheça as soluções da Recours para segurança da informação!

Veja também

10 motivos para investir em Business Intelligence e crescer na crise

Saiba como o uso de ferramentas de Business Intelligence pode se tornar um aliado importante ...
Saiba como o uso de ferramentas de Business Intelligence pode se tornar um aliado importante em tempos de crise.

Aceleradores Recours

Libere o poder de seus dados de forma simples e rápida. ...

Conheça os três pilares da segurança da informação

Para conter os ataques cibernéticos, as empresas devem ter atenção a três pilares da segurança ...
Para conter os ataques cibernéticos, as empresas devem ter atenção a três pilares da segurança da informação. Conheça cada um e suas características!